Septifast – Teste Molecular para o Diagnóstico de Sepse

13.06.2013

Teste LightCycler ® SeptiFast

Autores: Cassiana da Costa Ferreira Leite e Helio Magarinos Torres Filho

Método Molecular para Diagnóstico de Sepse

O tratamento da sepse depende de sua detecção precoce e da correta identificação do agente etiológico da infecção. O método de cultivo tradicional (hemocultura em sistemas automatizados de detecção) pode fornecer um auxílio considerado tardio ao tratamento dos pacientes críticos.

Atualmente, a hemocultura é e metodologia de referência para o diagnóstico das infecções bacterianas e fúngicas da corrente sanguínea, com uma positividade obtida em geral entre 8 – 36 horas após a coleta da amostra. A terapia é baseada preliminarmente na morfologia dos achados do Gram realizado de hemocultivos positivos. A identificação do patógeno é obtida em seguida, porém não antes de 24 – 48 horas, no mínimo. Há ainda um número significativo de casos de sepse causado por fungos, cujas hemoculturas não se tornam positivas, dificultando a adequada terapia antimicrobiana. Calcula-se que a cada hora perdida por falta de tratamento ou tratamento inadequado, a mortalidade aumente em torno de 8%.

Os métodos moleculares para diagnóstico de sepse apresentam como vantagem em relação à hemocultura aspectos como: maior sensibilidade e especificidade; maior acurácia na identificação das espécies; agilidade no diagnóstico e na identificação do patógeno; independência da viabilidade de aspectos fenotípicos do microrganismo para a detecção.

O teste LightCycler ® SeptiFast (Roche) está disponível no Brasil, é aprovado pela ANVISA e oferecido pelo Laboratório Richet. Trata-se de uma metodologia baseada em PCR Real Time do tipo “Multiplex”, que permite ao laboratório clínico detectar e identificar 25 espécies de bactérias e fungos, dentre as mais importantes em infecções de corrente sanguínea, correspondendo a 90% de todos os casos de sepse. O teste é realizado em amostras de sangue total (K- EDTA) e os resultados são obtidos em torno de 6 horas após o início do teste.

Lista de microrganismos detectados através do Septifast

Gram-negativos

Gram-positivos

Fungos

Escherichia coli Staphyloccus aureus Candida albicans
Klebsiella (pneumoniae /oxytoca) CoNS (Cogulase neg Staphylococci) Candida tropicalis
Serratia marcescens Streptococcus pneumoniae Candida parapsilosis
Enterobacter (cloacae /aerogenes) Streptococcus spp. Candida krusei
Proteus mirabilis Enterococcus faecium Candida glabrata
Pseudomonas aeruginosa Enterococcus faecalis Aspergillus fumigatus
Acinetobacter baumannii  
Stenotrophomas maltophilia  

ENGLISH

Test LightCycler ® SeptiFast

Authors: Cassiana da Costa Ferreira Leite and Helio Magarinos Torres Filho

Method for Molecular Diagnosis of Sepsis

The sepsis treatment depends on early detection and correct identification of the etiologic agent of the infection. The traditional method of culture (in automated blood culture detection) can provide an aid considered late for the treatment of critically ill patients.

Currently, the blood culture is the reference methodology for the diagnosis of bacterial and fungal infections of the bloodstream, with an overall positivity obtained between 8 – 36 hours after sample collection. The therapy is based on the preliminary findings of the Gram morphology of blood cultures performed. The identification of the pathogen is obtained after, but not before 24 – 48 hours at least. There are still a significant number of cases of sepsis caused by fungi, which do not become positive in blood cultures, making the appropriate antimicrobial therapy impropred or delayed It is estimated that in every hour lost by lack of or improper treatment, the mortality increases by about 8%.

Molecular methods for diagnosis of sepsis have an advantage in relation to blood culture aspects such as: high sensitivity and specificity, greater accuracy in the identification of species; agility in diagnosis and pathogen identification; independence of phenotypic aspects of feasibility for the detection of microorganisms.

The test SeptiFast LightCycler ® (Roche) is available in Brazil, and is approved by ANVISA offered by Richet Laboratory. This is a methodology based on the type Real Time PCR “Multiplex”, which allows the clinical laboratory 25 detect and identify species of bacteria and fungi, among the most important blood stream infections, corresponding to 90% of all cases of sepsis. The test is performed on whole blood samples (K-EDTA) and results are obtained at about 6 hours after start of the test.

List of microorganisms detected by Septifast (see table above).