Câncer de pâncreas: Conheça as causas, os sintomas e exames diagnósticos

22.05.2017

O pâncreas é uma glândula que tem funções ligadas ao sistema digestivo e também ao sistema endócrino. Está localizado na parte superior do abdome, em um compartimento denominado retroperitônio, atrás do estômago e entre a porção superior do intestino (duodeno) e o baço, sendo responsável pela produção de enzimas que auxiliam na digestão dos alimentos e por hormônios que ajudam a regular os níveis de glicose (açúcar) no sangue.

O órgão é dividido em três partes: a cabeça (lado direito), que se encaixa no duodeno; o corpo (seção central) e a cauda (lado esquerdo), que é a parte final.

O pâncreas possui duas funções diferentes:

Função Exócrina – responsável pela produção de suco pancreático, que possui enzimas digestivas que agem no processo digestivo, auxiliando na digestão dos alimentos e metabolismo dos nutrientes;

Função Endócrina - importante na produção de hormônios, como a insulina (hormônio que controla o nível de glicemia no sangue), somatostatina e glucagon, que ajudam a regular a forma como o organismo utiliza os açúcares.

Por possuírem funções distintas, o pâncreas exócrino e endócrino são formados por células diferentes. O endócrino é formado por um conjunto de células chamadas ácinos, que produzem o suco pancreático. Incorporados aos ácinos encontram-se os Ilhotas de Langerhans, grupos isolados de células responsáveis por produzirem os hormônios que fazem o controle dos níveis de açúcar no sangue.

Sinais e Sintomas do Câncer de Pâncreas

 

O câncer de pâncreas não apresenta sinais específicos, o que dificulta o diagnóstico precoce. O risco de desenvolvimento da doença aumenta após os 50 anos de idade, principalmente entre 65 e 80 anos, ocorrendo com maior incidência no sexo masculino.

Os sintomas dependem da região onde o tumor está localizado, sendo os mais frequentemente relatados: perda de apetite e de peso, icterícia (pele amarelada, urina escura e fezes de cor muito clara), dor abdominal, fraqueza e diarreia.

Grande parte dos casos de câncer de pâncreas localiza-se na região da cabeça do órgão e o tipo histológico mais comum é o adenocarcinoma ductal.

Diagnóstico

Os exames de imagem nos casos de câncer de pâncreas são fundamentais para o diagnóstico e, sobretudo, para o estagiamento da doença. Sabe-se que um significativo percentual (em torno de 80%) de casos está em estágio avançado por ocasião do diagnóstico. Entretanto, os pacientes que tem tumores menores, restritos ao órgão, podem se beneficiar de cirurgia.

Sendo assim, exames como a tomografia computadorizada, ressonância magnética, colangio-ressonância e eco-endoscopia fornecem dados cruciais que podem avaliar a extensão local do tumor, e podem servir a equipe cirúrgica no seu planejamento da operação.

Disponibilizamos os exames de tomografia computadorizada do abdome, ressonância magnética do abdome e colangio-ressonância em nossa unidade BarraShopping.

Para mais informações, ligue: (21) 3184-3000.