Entenda as principais características do Zika vírus

21.01.2016
Atualizado em: 30 de abril de 2019

 

O vírus Zika é um arbovírus, ou seja, um vírus transmitido por picadas de insetos; no caso do Zika, o transmissor (vetor) é o mosquito Aedes Aegypti, o mesmo que transmite outras doenças, como dengue, Chikungunya e febre amarela.

Recentemente, um grupo de cientistas encontrou fragmentos de RNA do vírus em amostras de mosquitos da espécie Aedes albopictus, conhecida popularmente como mosquito tigre asiático, o que leva a crer que o vírus Zika pode ser transmitido por outro vetor além Aedes Aegypti.

Tanto a Zika, quanto a dengue e a Chikungunya são doenças que possuem muitas características similares (a principal delas, como dissemos, é que são transmitidas pela picada do mosquito), e as três doenças podem apresentar sintomas bem parecidos. Porém, a infecção pelo vírus Zika pode desenvolver complicações neurológicas graves, como encefalites e a Síndrome de Guillain Barré. Uma das principais complicações é a microcefalia, uma malformação congênita do cérebro do bebê.

 

Veja também:

 

Breve histórico do Zika vírus

Zika foi identificado pela primeira vez no Brasil em abril de 2015. O vírus foi descoberto em 1947, através de um macaco da espécie Rhesus — conhecida como macaca mulatta —, localizado na Floresta de Zika, em Uganda, na África. O nome dado ao vírus foi dado justamente por conta de sua origem.

Um ano depois, em 1948, o vetor finalmente foi identificado: o mesmo vírus foi encontrado no mosquito Aedes Africanus, capturado também na Floresta de Zika.

Sintomas do Zika Vírus

É importante frisar que aproximadamente 80% das pessoas infectadas pelo Zika não manifestam sintomas. Nos casos sintomáticos, a doença inicia com manchas vermelhas pelo corpo, coceira, olhos vermelhos, dores de cabeça, febre baixa e dores leves no corpo e nas articulações. Todos os sintomas ocorrem com intensidade leve ou moderada.

Outros sintomas que ocorrem com menos frequência são inchaço no corpo, dores de garganta, tosse e vômitos. Formas mais graves da doença são extremamente raras, porém, quando ocorrem, podem evoluir para óbito, como ocorreu em novembro de 2015, o primeiro caso na história.

Em geral, os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias, com exceção da dor nas articulações, que pode persistir por até cerca de um mês.

  • Casos de microcefalia

Ainda sem muitos registros na literatura médica, tem se considerado que o vírus Zika é uma causa em potencial para o nascimento de crianças com microcefalia, após ter sido comprovada a presença do vírus em alguns recém-nascidos. Muitas pesquisas estão sendo realizadas sobre o tema, com o objetivo de esclarecer como a doença atua no organismo humano, bem como de que maneira o vírus infecta o feto e qual seria o período de maior vulnerabilidade para a mulher durante a gestação.

Transmissão

Como dissemos acima, o vírus Zika é um arbovírus, transmitido pelo Aedes Aegypti. Não há evidências de transmissão do vírus por meio de saliva, urina ou leite materno. A doença também não pode ser classificada como sexualmente transmissível, porém é crescente a evidência de que o vírus possa ser transmitido através de contato sexual. Em resumo, devemos nos preocupar com o vetor conhecido, o mosquito, e quaisquer outras possíveis formas de transmissão do vírus Zika precisam ser avaliadas com profundidade, a partir de estudos científicos.

Diagnóstico

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Já está disponível em todas as unidades do Richet Medicina & Diagnóstico o Painel ZDC, Detecção Qualitativa, o exame capaz de identificar, ao mesmo tempo, dengue, zika e chikungunya, doenças que vêm sendo responsáveis por uma sequência de surtos e epidemias nos últimos anos no Brasil, causando muitas mortes.

 

Clique aqui para acessar o exame

 

Prevenção

Ainda não existem medicamentos ou vacinas contra o vírus Zika. Portanto, a única forma de prevenção é eliminar o mosquito. O Aedes Aegypti precisa de água parada para proliferar: logo, é preciso manter os ambientes limpos para evitar a proliferação dos criadouros.

O verão é o período de maior transmissão, por ser a época de meses mais chuvosos, quentes e úmidos. Entretanto, não se pode descuidar da higiene e da conscientização nas demais estações do ano, principalmente porque os ovos do mosquito podem sobreviver por um ano até encontrar condições propícias para se desenvolverem.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Além disso:

  • - Procure usar roupas que minimizem a exposição da pele durante o dia, quando os mosquitos estão mais ativos.
  •  
  • - Tenha um repelente sempre à mão. Inseticidas também podem ser usadas, seguindo cuidadosamente as instruções do rótulo.
  •  
  • - O uso de mosquiteiros é ideal para proteger bebês, pessoas acamadas ou até mesmo trabalhadores noturnos, que precisam dormir durante o dia.
  •  
  • - O vírus Zika é uma causa em potencial para o nascimento de crianças com microcefalia. Portanto, é preciso ter atenção redobrada no período de gestação. A Organização Mundial de Saúde (OMS) também recomenda a prática de sexo seguro por mulheres gestantes que vivem em áreas de alta transmissão do vírus Zika.

 

Como é o tratamento do vírus Zika?

Segundo o Ministério da Saúde, o tratamento do Zika Vírus é feito de acordo com os sintomas, geralmente com o uso de medicamentos para controlar a febre e a dor. No caso de complicações mais graves, como desenvolvimento de doenças neurológicas, é necessário acompanhamento médico para avaliar o melhor tratamento a ser aplicado.

 

 

 

 

Zika vírus tem cura?

Como afirmamos anteriormente, os sintomas desaparecem espontaneamente após 3 a 7 dias, na maioria dos casos. As complicações mais graves, como desenvolvimento de doenças neurológicas, devem ser tratadas caso a caso, conforme orientação médica.

Para informações sobre nossos exames, acesse:

www.richet.com.br/exames/

 

Para informações e agendamento de exames, entre em contato através de nossos canais de comunicação direta:

- Central de Relacionamento: (21) 3184-3000

- Contato Site: www.richet.com.br/contato-cliente/

- Coleta Domiciliar: www.richet.com.br/agendamento-de-exames/

- Chat Online: http://bit.ly/Chat_Online_Richet