Entenda por que o uso de alguns medicamentos e suplementos pode alterar resultados de exames

09.11.2018

Sabia que um simples comprimido à base de paracetamol, para aliviar uma dor de cabeça, pode dar diferença no resultado de um exame, caso seja tomado na véspera?

Uma pessoa toma aspirina. A outra, antes de dormir, ingere gotinhas de um remédio homeopático. Ambas, no dia seguinte, farão exames laboratoriais. E, no momento do exame, elas omitem as informações sobre as medicações tomadas no dia anterior, seja por esquecimento ou por apenas considerá-las irrelevantes. Isso é muito comum e acontece com mais frequência do que você imagina. Afinal, que mal teria um simples remédio para dores e umas gotinhas?

A verdade é que, segundo especialistas, são muito altas as chances de os resultados dos exames serem alterados com o uso destas medicações. A estimativa é de que mais da metade dos equívocos ou erros nos resultados acontecem justamente na fase dos exames.

O paracetamol, por exemplo, altera os níveis de glicose no sangue. Alguns antidepressivos e ansiolíticos podem alterar resultados hormonais. Em casos mais específicos, de pessoas que tomam medicações de uso contínuo, os resultados dos exames podem ser ainda mais alterados: é o caso dos diabéticos, no qual um exame de TSH (que mede a quantidade de hormônios estimulantes da tireoide) pode dar um número bem abaixo por conta dos repositores hormonais.

Em muitas ocasiões, por conta do resultado ruim dos exames, o médico opta por aumentar a dose do remédio ou mesmo substitui-la; isso é muito perigoso, pois o médico pode acabar trocando a medicação quando, na verdade, ela estava correta.

Suplementos e vitaminas também podem interferir nos resultados

Não são apenas os medicamentos que podem interferir no resultado de um exame. Muitos complexos vitamínicos e suplementos podem ser responsáveis por resultados inesperados.

Complexos de vitaminas utilizados para fortalecer as unhas e o cabelo contêm uma substância que pode alterar os resultados de exames laboratoriais, como o da tireoide. Um suplemento à base de proteínas pode afetar a concentração de ureia, enquanto o uso de vitamina C pode alterar o resultado de um simples exame de rotina de urina. Exames como o de creatinina e resultados de aparelhos glicosímetros (usados para medir o nível de açúcar no sangue) também podem ser adulterados com vitamina C. A vitamina E, por sua vez, pode interferir nos testes de agregação plaquetária.

Veja também:

 

Informar ao seu médico sobre todos os medicamentos e suplementos que usa é o melhor caminho para impedir adulteração dos resultados

Diretor médico do Richet Medicina & Diagnóstico, Helio Magarinos Torres Filho diz que é necessário que os pacientes comecem a comunicar ao médico e ao laboratório sobre o uso de qualquer substância. "Tem muita gente que faz uso e acha que não precisa reportar. Mas eles (médico e laboratório) precisam saber da possibilidade de interferência e sempre ter um diálogo, pois, ao ter um resultado de exame inesperado, podem ter de repetir o exame, o que onera o sistema de saúde."

Em muitos dos casos, as pessoas não podem suspender o uso de uma medicação ou precisam de autorização médica para interromper o uso por alguns dias. Por isso é tão importante que o paciente informe ao médico sobre os nomes de todos os medicamentos, suplementos e vitaminas que toma, antes de realizar qualquer exame. Para não se esquecer, o Richet recomenda que o paciente faça uma lista com todos eles e leve no dia do exame. Anote também os fármacos ingeridos até três dias antes do exame, além de chás, ervas, homeopáticos, fitoterápicos e, principalmente, bebida alcoólica.

Com essa lista completa e seguindo todas as recomendações do laboratório, o seu diagnóstico será muito mais preciso, pois os riscos de alteração nos resultados diminuem consideravelmente. E não se esqueça de informar tudo detalhadamente ao seu médico, pois, por mais irrelevante que uma informação possa parecer, ela pode fazer toda a diferença no resultado do seu exame.

 

 

 

 

Para informações sobre nossos exames, acesse:

www.richet.com.br/exames/

Para informações e agendamento de exames, entre em contato através de nossos canais de comunicação direta:

- Central de Relacionamento: (21) 3184-3000

- Contato Site: www.richet.com.br/contato-cliente/

- Coleta Domiciliar: www.richet.com.br/agendamento-de-exames/

- Chat Online: http://bit.ly/Chat_Online_Richet