Entendendo a Candidíase Feminina

30.04.2016

Estima-se que cerca de 75% das mulheres terão, pelo menos uma vez, um episódio de candidíase vulvovaginal e que em torno de 5% delas sofrerão de episódios recorrentes.

 

Entenda o que é a Candidíase Feminina

 

A Candidíase é uma infecção causada principalmente pelo fungo Candida albicans, podendo acometer as regiões inguinal, perianal e/ou a região do períneo. Não é considerada uma doença sexualmente transmissível, mas o pode ser adquirida por via sexual. A vagina é habitada já em condições normais por várias bactérias e fungos. Em condições de desequilíbrio fisiológico pode haver uma proliferação da Candida albicans, levando ao surgimento dos sintomas da Candidíase.

 

Quais são as principais causas da Candidíase?

 

A Candidíase geralmente está associada a um desequilíbrio da imunidade, sendo que outros fatores que podem favorecer a sua proliferação, tais como o uso de antibióticos, corticoides, anticoncepcionais e medicamentos imunossupressores. Pacientes grávidas, com diabetes, mulheres que tenham higiene íntima inadequada ou usem roupas íntimas muito justas também apresentam propensão à Candidíase. Uma alimentação rica em açúcar ou carboidratos em geral, além de alimentos muito ácidos presentes na dieta também podem ser fatores associados à doença. Por último, e não menos importante, é destacado o contágio por meio das relações sexuais.

 

Quais são os principais sintomas da Candidíase?

 

O sintoma e a queixa mais comum da candidíase vulvovaginal é o prurido (coceira) e a irritação na região da vulva. Também pode haver corrimento vaginal anormal esbranquiçado em quantidade variável; ardor; vermelhidão; inchaço vulvar; dor ao urinar e durante o ato sexual. Os sintomas costumam ter início nos dias que antecedem a  menstruação.

 

Como é feito o diagnóstico da Candidíase?

 

O diagnóstico da doença é feito pelo exame clínico ginecológico, exames de laboratório e pelo exame conhecido como Papanicolaou.

 

Observação: Os homens também podem ter Candidíase, e nesse caso os sintomas são manchas vermelhas no pênis, edema, lesões pontuais e coceiras.

 

Tratamento da Candidíase

 

Para o tratamento podem ser receitados antimicóticos e pomadas ou cremes antifúngicos de uso local. Se não forem suficientes, o uso de medicamentos por via oral pode ser indicado pelo médico. Toda medicação para o tratamento da Candidíase deve ser prescrita pelo médico.

 

Dicas para a prevenção da Candidíase

 

Procure se alimentar de forma equilibrada e levar uma vida saudável, evitando o abuso de açúcar, carboidratos e bebidas alcoólicas;

 

Use sempre preservativo durante as relações sexuais, nunca descuide da sua higiene íntima procure reduzir o tempo de utilização de absorventes internos;

 

Tente não usar roupas justas demais, principalmente as íntimas;

 

Não compartilhe toalhas ou roupas íntimas.