Quantas vidas vale uma greve?

13.06.2013

A Greve dos servidores públicos incluiu os fiscais da Anvisa que fazem a fiscalização das mercadorias dos produtos relacionados à Saúde, que entram e saem do país. Sem querer entrar no mérito da questão, acho que toda greve deve ter o seu grau de responsabilidade social avaliado antes, durante e depois.

Quase 90% dos insumos utilizados na confecção dos exames laboratoriais são importados e dependem da liberação alfandegária, paralisada há quase um mês, desde o último dia 16. Os insumos não são substituíveis por similares nacionais porque estes não existem. Os estoques de insumos para a realização de testes já estão chegando a um ponto extremamente crítico e visualizamos que dentro de alguns dias não mais será possível a realização de muitos testes laboratoriais, alguns extremamente críticos para pacientes que dependem do resultado para melhor enfrentarem doenças muitas vezes graves e que podem levar ao risco de morte. A falta de produtos afeta, por conseguinte, aos hospitais e pacientes em estado grave, internados em unidades de terapia intensiva. Afeta aos bancos de sangue que não conseguem fazer os testes de triagem nas bolsas de sangue, afeta aos centros de transplantes de órgãos, e também aos pacientes que dão entrada em serviços de emergência. Como será possível fazer o diagnóstico de pacientes com suspeita de Infarto Agudo do Miocárdio sem a dosagem da Troponina, que é uma enzima que se apresenta elevada nestes casos? Como poderemos saber se o paciente está enfrentando algum grau de deficiência respiratória se não pudermos contar com o teste que mede a quantidade de gases circulantes no nosso sangue, chamado de gasometria? Como um estado extremamente grave conhecido como septicemia, que quando não diagnosticado em tempo hábil pode chegar a 30% de mortalidade poderá ser diagnosticado sem o reativo para o teste de hemocultura? Acho que tudo isso deverá ser avaliado e respondido pelos responsáveis por tudo isso. Será que uma greve vai valer mais do que muitas vidas? Acho que os grevistas e as autoridades deverão avaliar melhor a situação. Será que realmente não existem alternativas para que estes produtos essenciais sejam liberados da alfândega? Temos notícias de que as galerias refrigeradas dos principais aeroportos já se encontram abarrotadas de caixas e que em breve muitos produtos que deveriam permanecer refrigerados já não o poderão estar e vão ser inutilizados. Ou seja, mesmo depois de normalizada a situação, corrermos o risco de continuarmos sem os produtos. Acho que os grevistas têm de avaliar melhor o sentido da responsabilidade social e saber se uma greve vale do que a saúde da população. Acho que os governantes têm de que saber que a responsabilidade pelo bem-estar da população é função do estado.

ENGLISH

How Many Lives Worth A Strike?

A strike of public servants included the Anvisa that make inspection of the goods of health related products, entering and leaving the country. Without going into the merits of the question, I think every strike should have your degree of social responsibility assessed before, during and after it.

Almost 90% of the inputs used in the manufacture of laboratory tests are imported and depend on customs clearance, paralyzed for nearly a month since the last 16th. The inputs are not interchangeable with similar national because they do not exist. Inventories of raw materials for the tests are already coming to an extremely critical and visualize it in a few days will no longer be possible to perform many laboratory tests, some very critical for patients who depend on the outcome to better cope with illness often severe and can lead to life threatening.  The lack of products affects, therefore, to hospitals and seriously ill patients admitted to intensive care units. Affects blood banks that fail to do the screening tests on blood bags, affects the centers of organ transplants, and also to the patients admitted in emergency services. How you can make the diagnosis of patients with suspected acute myocardial infarction without the dosage of troponin, an enzyme that appears high in these cases? How can we know whether the patient is experiencing some degree of respiratory failure if we can not rely on the test that measures the amount of gases circulating in our blood, called a blood gas? As an extremely serious condition known as septicemia, which if not diagnosed in time can reach 30% mortality can be diagnosed without the reagent for testing blood culture? I think all this should be assessed and answered by those responsible for all this.  Does a strike will be worth more than many lives? I think the strikers and the authorities should assess the situation better. Is there really no alternative to these essential goods are released from customs?  We have news that the galleries chilled major airports are already crammed with boxes and soon many products that should remain refrigerated no longer can be and will be destroyed. That is, even after the situation normalized, run the risk of continuing without products.  I think the strikers have to gauge the sense of social responsibility and whether a strike valley that the health of the population. I think the government must know that the responsibility for the welfare of the population is a function of the state.