ABCDE da Dermatologia: saiba identificar se você está com câncer de pele

10.12.2019

A regra do ABCDE da Dermatologia é utilizada para auxiliar no diagnóstico de lesões malignas e benignas na pele. Segundo a Sociedade Brasileira de Dermartologia, o ABCDE é uma metodologia indicada por dermatologistas para reconhecer as manifestações dos três tipos de câncer da pele. Trata-se de um autoexame simples, através do qual os próprios pacientes podem identificar sinais na pele potencialmente perigosos ou reconhecer qualquer mudança suspeita.

 

Veja também:

 

Primeiro, o que é o Câncer de Pele?

O câncer de pele é uma das doenças que mais acomete a população brasileira. Segundo dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), este tipo de câncer representa 33% de todos os casos de cânceres diagnosticados no Brasil. A cada ano, o INCA registra cerca de 180 mil novos casos no país. O câncer de pele é mais comum em pessoas com mais de 40 anos e considerado raro em crianças e pessoas negras.

A doença é provocada pelo crescimento anormal e desordenado das células que compõem a pele, e é causado principalmente pela exposição excessiva ao sol, mas não está apenas associado à exposição solar.

 

Altos índices de cura

Apesar dos números expressivos, o tipo mais comum de câncer de pele – o não melanoma – possui baixa letalidade. Além disso, esse tipo de câncer apresenta altos índices de cura, quando o diagnóstico é precoce.

Por isso o ABCDE da dermatologia é tão recomendado – e também tão importante –, pois o autoexame contribui para identificar precocemente diferentes tipos de doenças na pele, inclusive o melanoma, considerado a enfermidade mais grave.

 

O que representam as letras do ABCDE?

Cada letra do ABCDE da dermatologia representa um aspecto que precisa ser analisado nas manchas e pintas do corpo: Assimetria, Bordas, Cor, Diâmetro e Evolução.

 

  • Aviso importante:

Lembre-se de que a análise serve apenas para identificar manchas e sinais suspeitos, mas não substitui a avaliação médica. Percebendo uma dessas alterações abaixo, procure um dermatologista para uma avaliação.

 

  • A - Assimetria

 

 

 

 

 

 

 

 

Um dos detalhes a observar na sua pinta é se, ao ser dividida em duas metades, o seu formato é simétrico ou não. Caso a pinta tenha uma metade diferente da outra ou um formato irregular, ou seja, assimétrico, é uma mancha / pinta suspeita.

 

  • B - Bordas

 

 

 

 

 

 

 

 

As bordas do sinal também podem indicar um possível melanoma. Toda pinta deve ter bordas regulares e lisas. Logo, pintas com bordas recortadas, indefinidas, são potencialmente suspeitas.

 

  • C - Cor

 

 

 

 

 

 

 

 

A cor é outro aspecto importante a se observar. Uma mancha / pinta benigna deve ter uma cor uniforme. Existem diversos tons normais, desde o marrom claro ao marrom escuro. Porém, é preciso estar atento quando as manchas e pintas suspeitas possuem vários tons e cores diferentes (vermelho, preto, preto, tons cinzas ou azulados). Várias cores numa mesma lesão podem indicar uma lesão maligna.

 

  • D - Diâmetro

 

 

 

 

 

 

 

 

Sinais do corpo não devem ter mais que 5 milímetros (5 mm) de diâmetro. Manchas e pintas consideradas de maior risco são as possuem 6 mm ou mais. Se o sinal é muito grande, pode ser um sinal de melanoma.

 

  • E - Evolução

 

 

 

 

 

 

 

 

O aspecto da evolução significa observar se sua pinta se mantém igual ao longo do tempo ou se ela está aumentando de tamanho progressivamente. Quando o sinal apresenta crescimento ou modificação, pode se tratar de um melanoma. Qualquer alteração deve ser investigada, pois o ideal é que a pinta mantenha seu formato e não mude forma, espessura, cor ou tamanho.

 

Caso você identifique qualquer um destes aspectos em pintas e manchas do seu corpo, consulte imediatamente o seu dermatologista. Alterações precisam ser avaliadas pelo médico profissional para avaliar se existe ou não um problema.

Portanto, observe todo o corpo, membros, sobretudo couro cabeludo e unhas. Fique atento também a sangramentos, dores ou coceira em pintas ou sinais. Melanomas podem afetar órgãos e outras partes do corpo de maneira generalizada. Lembre-se que, quanto mais precoce for o diagnóstico, maiores são as chances de cura, pois a doença pode ser ainda superficial. Não há como evitar este tipo de câncer, mas podemos minimizar seus efeitos com o diagnóstico precoce.

 

Para informações sobre nossos exames, acesse:

www.richet.com.br/exames/

 

Para informações e agendamento de exames, entre em contato através de nossos canais de comunicação direta:

- Central de Relacionamento: (21) 3184-3000

- Contato Site: www.richet.com.br/contato-cliente/

- Coleta Domiciliar: www.richet.com.br/agendamento-de-exames/

- Chat Online: http://bit.ly/Chat_Online_Richet