Tomografia Computadorizada - Escore de cálcio coronariano

26.04.2016

O Escore de cálcio coronariano vem se tornando o principal método complementar para a avaliação adicional do risco global cardiovascular. Quando comparado lado a lado com outros métodos, mostrou ser superior em termos de acrescentar informação ao Escore clínico de Framingham.

O exame ? feito em aparelhos de tomografia computadorizada, tem duração inferior a 5 minutos não necessita de contraste e utiliza dose muito baixa de radiação.

Sua indicação principal ocorre para pessoas com o risco global cardiovascular na faixa intermediária, acima de 40 anos ou naqueles com uma história familiar importante para doença arterial coronariana.

Sua avaliação de rotina em assintomáticos está indicada conforme as diretrizes brasileiras de cardiologia e consensualmente entre especialistas o exame não precisa ser repetido em intervalos inferiores a 5 anos.

Durante mais de 30 anos estudos demonstram de forma robusta que a identificação de cálcio junto as coronárias está intimamente ligada a aterosclerose e essa informação pode selecionar pacientes com maior propensão a ter doença arterial coronariana. Por outro lado, a ausência de cálcio quando ocorre confere excelente prognostico em até 15 anos após o exame.

Dados do estudo MESA sinalizam que algumas informações clinicas associadas ao perfil lipídico e o Escore de cálcio podem informar a "idade arterial" dos pacientes e essa informação poderia mudar o risco global cardiovascular.

Baixe arquivo para impressão aqui